Notas: (1) Estimativas para projetos fotovoltaicos típicos. Projetos específicos podem ter resultados diferentes. (2) Gráficos inferiores representam a média entre todos os segmentos, caso nenhum segmento tenha sido selecionado.
Nota: Projeções Publicadas no PDE 2032. Data Base: fevereiro de 2022.

Apresentação

O objetivo do Painel de Dados de Micro e Minigeração Distribuída (PDGD) é dar transparência a um conjunto de dados coletados e gerados pela EPE no âmbito dos seus estudos relacionados à Micro e Minigeração Distribuída (MMGD). Alguns dados, como de capacidade instalada e energia gerada são publicados, por exemplo, no Balanço Energético Nacional (BEN). Os dados de projeções, por outro lado, fazem parte do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE). Através do PDGD são consolidados esses e outros dados e disponibilizados ao público.

Capacidade Instalada

Esta aba apresenta a evolução anual da capacidade instalada e do número de instalações de MMGD, assim como a composição do total por fonte, classe e modalidade. A base de dados foi obtida através do site da ANEEL em 28 de fevereiro de 2023.

UF e Municípios

Esta aba identifica as unidades federativas e os municípios com maior capacidade instalada ou número de instalações até o último ano disponível. Utiliza a mesma base de dados da aba anterior.

Potência Típica

Esta aba traz dados sobre e evolução da potência típica dos projetos. O painel está dividido com dados para microgeradores (até 75 kW) na esquerda e minigeradores (maiores que 75 kW) na direita. Utiliza a mesma base de dados da aba anterior.

Investimentos

Esta aba traz dados sobre os investimentos realizados em MMGD. A metodologia utilizada para estimativa consiste, em resumo, na multiplicação da capacidade instalada no ano pelo custo unitário de projetos de MMGD. O custo unitário foi obtido de relatórios anuais do Institudo Ideal e da Greener. Custos para potências intermediárias (não apresentados nos relatórios) foram obtidos através de interpolação linear. Em função da menor escala dos projetos, não é considerado um cronograma de desembolso nos investimentos. Ou seja, 100% do investimento é atribuído ao ano em que o projeto entra em operação.

Geração de Eletricidade

Esta aba apresenta uma estimativa da geração oriunda dos projetos de MMGD. Destaca-se que o total gerado não é medido pelas distribuidoras. Portanto, a EPE utiliza uma metodologia para estimar a geraçao. Neste link é apresentada a base da metodologia.

Para estimar a parcela da geração autoconsumida e injetada na rede também foi feita uma estimativa com base em premissas de autoconsumo típico. Estas que variam de acordo com a fonte e setor da unidade consumidora. Os fatores utilizados podem ser encontrados neste link.

Nesta aba também é feito um levantamento do percentual do consumo dos consumidores cativos que está sendo atendido por MMGD. O consumo total (o denominador da equação) é estimado através da soma do consumo medido (informado pelas distribuidoras através do Sistema de Acompanhamento de Mercado - SAM) e da geração autoconsumida de MMGD.

Retorno Financeiro

Esta aba apresenta uma estimativa da evolução do payback e da TIR para projetos fotovoltaicos. Destaca-se que são cálculos para projetos típicos e não refletem necessariamente as características de projetos individuais. Conheça mais sobre a metodologia neste link.

Projeções

Esta aba apresenta as últimas projeções publicadas pela EPE no PDE.Mais detalhes sobre os cenários podem ser encontrados neste link.


Sugestões?

Encontrou algum problema na ferramenta ou tem alguma sugestão de melhoria? Entre em contato pelo e-mail contato.4md@epe.gov.br

English